isacosta.net » the geek side
10.1.07
categorias: ,
Tive o browser a espreitar num cantinho do ecrã durante duas horas, a mostrar-me o que se estava a passar em directo na keynote do Steve Jobs, à espera de apanhar em primeira mão, novidades sobre o Leopard (que está a poucos meses do seu lançamento), para no fim ver uma sessão inteira dedicada apenas à apresentação de dois produtos, sobre os quais nem por isso estava assim tão curiosa. O que é que se chama a isso? Desilusão!
Don't get me wrong, as novidades foram boas, só que estava à espera de mais experiência de utilizador e menos consumismo...

Ainda assim..

O iPhone tem características espectaculares, tal como o Jobs disse, a apple reinventou o telemóvel, tendo apenas o design (IMO) ficado um bocado aquém das expectativas...

Smartphone / iPod / dispositivo de internet muito sofisticado e que promete arrumar a concorrência a um canto!
Reúne num corpo com as elegantes medidas de 115 x 61 x 11.6mm e 135gr:

- ecrã wide de 3,5" táctil multi-touch , 320 x 480px a 160 ppp (pontos por polegada)
- câmara de 2 Megapixeis
- sistema operativo os x
- GSM quadribanda
- conectividade wi-fi, EDGE, bluetooth 2.0
- capacidade de armazenamento de 4GB ou 8 GB
- bateria com autonomia para 5 a 16 horas, dependendo da utilização.

É um pequeno mac de bolso, com as funcionalidades de um telemovel (faz chamadas, recebe voice mail, envia sms e tira fotos. Sincroniza-se com a calendários e agendas), de um iPod (dá para ouvir música e ver vídeos, e sincroniza-se com o iTunes), e de um dispositivo de internet (liga-se à rede e dá para enviar e receber mails, navegar nos sites, tem mapas e widgets, e é multitask).

Tudo isto em grande estilo e com a facilidade que a apple já nos habituou. Apesar disso, duvido que num futuro próximo venha a ser proprietária de um iPhone, pois o preço deles é exorbitante..

O Apple TV, que serve basicamente para "streamar" vídeo e áudio. É a nossa iTunes library na TV.
Para quem tem planos de vir a adquirir um mac mini com o único objectivo de fazer dele um media-center, não faz sentido ter um aparelho destes, a não ser que a ligação HDMI seja realmente imprescindível (mas também a 640x480 não se entende), porque admitamos, esta gadget foi criada com o intuito de consumir na iTunes Store. Não tem sintonizador, portanto, não serve de gravador digital. O mac mini é um computador completo, com gravador de DVDs, expansível em termos de acessórios e de software, podemos muito bem comprar um sintonizador miglia ou elgato, e certamente também não estamos limitados ao formato de vídeo h.264.

Novidade foi também a remodelação do AirPort Extreme.

...e por hoje é tudo!
link do postPor Isa, às 01:12  comentar

De dextro a 10 de Janeiro de 2007 às 01:28
No fim de tudo a principal novidade, aquela que mais me cativa, foi mesmo o AirPort Extreme e o iPhone soa-me a flop do estilo Mac Cube... Oh well, temos de ter confiança na sua santidade Jobs LOL :P

De Nuno a 10 de Janeiro de 2007 às 01:50
sim, o AirPort Extreme, que destapa mais um bocado da careca da Apple em termos capitalistas. Repara que os novos macs já vêm com 802.11n, mas desactivado, e que ao adquirires (mais) esta nova maravilha da apple, recebes "grátis" um fantástico activador de 802.11n para mac os x. Os fanboys ficam contentes obviamente, e a apple arrecada mais algum. Curiosamente, o 802.11n está disponível se usares Windows ou Linux... Gosto muito da Apple, mas só não vê quem não quer, que andam literalmente a querer enfiar-se nos bolsos da malta, já não basta o custo elevado do binómio performance/design da Apple, como agora querem-te sacar os cêntimos que te sobraram com acessórios e conteúdo (iTS / Apple TV).

De Pedro a 10 de Janeiro de 2007 às 01:54
O design é provavelmente o mais incrível do iPhone. O iPhone é, aliás, um produto exclusivo de uma mentalidade centrada no design, como a da Apple cada vez mais é. A menos que estejas a usar a palavra "design" para falar do aspecto puramente visual do aparelho e nesse caso merecias um grande tau-tau.

Quanto ao iPhone ser um flop... bom, a ver vamos, porque a mim parece-me mas é que a nokia e a motorola devem estar completamente à rasca depois da apresentação deste produto absolutamente genial.

Com a união Google-Apple, o mundo da Microsoft levou também o seu abanão. Cheira-me que é bom que os big players comecem *mesmo* a levar a Apple a sério.

De Isa a 10 de Janeiro de 2007 às 02:26
Eu estava mesmo a referir-me ao aspecto exterior, não à sua concepção, porque essa, ficou provada ser genial.
Acho-o pouco apple..vi "mockups" de um possivel iPhone que mais interessante...

So, catch me if you can lol

De Nuno a 10 de Janeiro de 2007 às 02:47
btw... aqueles translucidos todos... aquelas mistura de cores gay... laranja, verde, azul... não acham que a interface daquilo aquilo está um bocado Vista?

outra coisa... as grandes inovações daquele aparelho são bocado inúteis neste momento em Portugal... que nos estados unidos o wi-fi e o gprs/edge seja barato e como o ar que respiram, justifica até a escolha daquilo n ter 3G, mas dar tanta guita por uma coisa que na minha terra só ia tirar partido, em casa se tiver net e um router wireless, num hotspot a ser chulado, a chular um vizinho, nos chulos do trabalho ou a ser altamente chulado por um operador móvel... é pá... uso aquilo como ipod? divirto-me com o ecrã táctil? envio e recebo chamadas? mando sms? quanto é mesmo? 600, 800 euros?

De Pedro a 10 de Janeiro de 2007 às 13:24
Acho que é preciso ter calma. Este iPhone contém 200 patentes. Duzentas. Tem muita tecnologia ali metida dentro e de certeza que a Apple planeia inúmeros spin-offs do device. Não esquecer também quando é que se paga por aí por uma dessas porcarias que correm windows mobile e não valem nada: é mais ou menos o mesmo do que vai custar um iPhone.

De bruno a 12 de Janeiro de 2007 às 14:25
Não acho que o design do iPhone tenha ficado aquém das expectativas, muito pelo contrário. O iPhone mantém a tradição de simplicidade e beleza que a nos habituou.

De Isa a 12 de Janeiro de 2007 às 14:32
Sim.. mas repara eu que disse IMO (In My Opinion), se o resto do mundo o achou o supra sumo do design, good for them!

 

Isa. Webdesigner, geek, apple fangirl assumida, necessita tanto de uma ligação à internet como do ar que respira. Adepta das novas tecnologias e sempre atenta às novidades!

online