isacosta.net » the geek side
30.12.06
categorias:
Primeiro foi o fotos, apelidado de "flickr português", e depois foi a nova versão do blogs, o "blogger português", depois foi o tags, o "del.icio.us português", e agora, como não podia deixar de ser, o vídeos... o "youtube português" (se bem que esta é merecida, porque o projecto foi apresentado à comunicação social nesses termos, coisa que eu não consigo digerir lá muito bem..)! Isto para só falar nuns quantos...

O sapo não consegue inovar mesmo, pois não!?
Julgam vocês! Para muito boa gente, estes serviços são mais do que bem vindos!
Se o sapo se dá ao trabalho de fazer estas coisas, é porque anda atento e sabe muito bem o que de bom se anda a fazer lá fora, e quer dar uma oportunidade aos seus utilizadores, de também eles poderem experienciar este tipo de serviços. Daí terem começado a aparecer uma série deles, iguais a outros tantos, com a diferença de serem especialmente criados de, e para portugueses... e imagine-se, em português! Ou seremos assim tão inocentes ao ponto de pensarmos que toda a gente que se liga à internet compreende o inglês? Ou mesmo que o inglês não constitua problema, ainda existe a possibilidade das pessoas encontrarem algumas dificuldades, pois nem todos são fáceis de usar..

E não nos vamos esquecer aquele tipo de utilizador, cuja internet se resume a um portal e pouco mais, tem ali a sua grande oportunidade de tomar parte nas "ondas" que assolam a internet.. Não acreditam que existem pessoas que para elas, a internet é só o sapo (ou outro qualquer portal português)? Aposto que se alguém menos entendido nesta "coisa" da internet viesse cá a casa e ligasse o browser, que por definição, abre com uma pagina em branco, era logo capaz de me dizer que eu não tinha a ligação à internet activa...
Nem toda a gente nasceu com a mesma aptidão para as novas tecnologias, e se elas não forem postas a frente dos seus olhos é como se nem existissem..

Orgulho é viver num pais, que tem um portal que se preocupa tanto com os seus utilizadores, que todos os dias dá no duro para disponibilizar mais e melhores serviços, que humanizam e tornam a experiência da internet mais agradável, sem nada cobrar pelos seus serviços, e já viram bem a quantidade deles?
Não quero com isto dizer que estes serviços sejam melhores ou piores que os "originais", e que todos devíamos abandonar os que já usamos para nos juntarmos a estes, acho que qualquer pessoa percebe isso, mas era bom de se ver, os esforços do sapo louvados e respeitados, nem que fosse devido ao propósito da sua existência...

E já agora, porque é que noto tanta implicância com o facto de para nos registarmos nesses serviços todos do sapo, ser necessário usar um endereço de mail sapo? Será que as pessoas não estão já mais do que habituadas a fazer registos para aceder seja a que serviço for na internet, ou incomodará o facto de ser um mail sapo, e não um login independente para cada serviço, por exemplo? Acham mesmo que o sapo nos anda a controlar as voltas só porque somos obrigados a usar o mesmo mail para nos registarmos em todos os serviços? Então e os outros, o que fazem? O google e o yahoo, por exemplo?
Se calhar é mais divertido deste modo: se quisermos ter uma conta no youtube temos que registar-nos, se quisermos ter uma conta no flickr e não temos ID no yahoo, temos que criar um, se quisermos ter um blog no blogger, precisamos de um endereço de mail do gmail, logo temos que registar-nos no google para obte-lo, ou mesmo para criarmos uma conta no del.icio.us ou noutro serviço social qualquer temos que registar-nos....epa, you do the math!
E o que pede o sapo em troca de acesso gratuito a um leque vasto e útil de serviços? Um mísero minuto das nossas vidas, que é o tempo que se leva a criar uma conta de email (o netbi está extinto, caso não tenham reparado), para que depois possamos aceder a todos eles...será pedir muito?

E não me vou esticar mais, antes que me comecem a acusar de uma serie de coisas disparatadas, só porque num momento insensato, me apeteceu a deitar cá para fora coisas que já vinha a acumular há meses...

28.12.06
categorias:
Muito interessante! Sempre me interroguei qual seria o significado de EOS (designação da gama profissional de máquinas fotográficas da Canon), mas nunca prestei realmente atenção a isso..mas hoje descobri!

Então, e o que é que aprendi? Que EOS significa electro-optical-system e que esse acrónimo deriva do nome de uma deusa da mitologia grega, Eos, que personificava o amanhecer e cujo nome se pronuncia "éos" em vez de é-ó-"esse", como costumo pronunciar..
Também há quem goste de dizer que significa "Eye of Soul"...

23.12.06
categorias: ,
É tudo o que eles dizem e mais qualquer coisinha!

20.12.06
categorias:
Que novidade tão interessante! Apesar de hoje em dia já pouco ligar a publicações do tipo, gostei bastante de ter tomado conhecimento desta nova revista, dirigida à "malta dos macs"!

Por acaso, eu até sabia que iria receber alguma coisa pelo correio, vinda da mailing list do correio dos outros, mas não sabia o quê, e foi de facto uma surpresa, quando esta manhã abri a caixa do correio. Ao que parece, como subscritora (da mailing list), tive direito ao primeiro exemplar da iCreate gratuito, enviado com muito carinho pelo senhor moderador da mesma!

São 130 páginas de notícias, artigos, tutorais, etc, que vão dando a conhecer o que se passa no mundo da apple, com a qualidade que uma revista do género merece, e com uma apresentação bastante agradável.

Quando terminar a sua leitura, logo falo sobre os conteúdos, mas pelo que já tive a oportunidade de ler, parece-me muito bem!

Muito grata pela oferta, Sô Pedro!

categorias:
O BitRocket é um cliente de torrents para mac os x que se está a tornar num boa alternativa aos outros que andam por aí!

Tem uma feature bastante interessante e útil, e que é uma novidade (pelo menos para mim), em aplicações do género: um motor de busca integrado, onde podemos pesquisar torrents em diversos sites, e é costumizavel, o que nos permite fazer a gestão dos sites onde queremos pesquisar ficheiros.
De resto, suporta RSS, fornece montes de informação sobre os ficheiros que está a importar, gera torrents, etc etc..

Apesar de adorar a simplicidade do Transmission, este BitRocket agradou-me imenso e corre o sério risco de se tornar no meu cliente de torrents favorito. É ligeiramente mais pesado que o Transmission, mas parece consumir menos recursos à máquina.

....e ainda é só uma versão beta!!

 

Isa. Webdesigner, geek, apple fangirl assumida, necessita tanto de uma ligação à internet como do ar que respira. Adepta das novas tecnologias e sempre atenta às novidades!

online