isacosta.net » the geek side
19.10.06
categorias: ,
Tal e qual como acompanhei o boom dos blogs, estou agora a acompanhar um fenómeno crescente de bloggers que deixam tudo para trás, para se dedicarem às artes da escrita, assumindo-se como bloggers profissionais. A galinha dos ovos de ouro aqui é a publicidade e é quem dita as regras. Muitas são as empresas que estão a surgir neste momento para se aproveitarem deste fenómeno. Desde dar dinheiro a ganhar aos bloggers que alojam os seus anúncios nos blogs e feeds, ao pagar pela publicação de posts sobre determinados conteúdos, tudo vale!

No DN de hoje, podia ler-se o seguinte, na página 37:
"Um blogue com 75 mil visitas por mês pode ganhar até 1600 euros mas são raros os que enriquecem com a publicidade."

Isto dá que pensar...1600 eur já dava um ordenado razoavel, e pode ser tentador... mas será assim tão linear? Vejamos..

A questão aqui é criar um site ou blog que consiga ter esse número de visitas, cerca de 2500/dia, ou mais, se possível. Para um site ou blog afirmar-se e atrair tantos visitantes, precisa, para além de conteúdo apelativo, de uma boa divulgação, o que não é propriamente uma coisa que aconteça de um dia para o outro..

Por exemplo, tenho um site (não blog) que tem uma média de 13 mil visitas únicas mensais (quase 600/dia). Ainda está muito longe de chegar as 75 mil, mas já era um começo. Não toco nele à mais de um ano, mas ultimamente tenho ando a pensar muito nele, e no que é que ele me poderia oferecer em troca dos oito anos que já lhe dei de mim.. Podia actualiza-lo e meter-lhe uns quantos ads e esperar que os visitantes clickassem neles. Mas será assim tão fácil levar os visitantes a clickarem em links de publicidade? Depende...

Um dos meus blogs, cuja média diária de é 45 visitas únicas (muito pouco, eu sei!), está actualmente gerar cerca de $1/dia através do adsense...é um bom ratio visitas/cliques... Dele já tirei uma conclusão: se quiser ganhar dinheiro com um publicidade num blog, então que seja um blog temático, ou mesmo especifico, onde os próprios anúncios ajudam a completar o conteúdo que tenho para oferecer aos meus visitantes. Se por acaso eles não encontraram o que vinham à procura quando entraram no blog, mas acontece que está lá um anuncio mesmo à mão de semear, que tem exactamente aquilo que eles querem, clickam!

Tudo isto é muito bonito, mas creio que para mim não iria funcionar, pelo menos por enquanto. Para conseguir manter um número razoável de sites/blogs que me gerassem receitas mensais decentes, teria que me dedicar a eles em full-time, algo que me é impossível neste momento, e mesmo que fosse possível, sei por experiência própria, que não iria gostar de passar o dia todo sozinha em casa, ainda que agarrada ao computador... been there, done that!
E ainda tenho uma última questão: será que um blogger profissional tem gozo naquilo que faz, comparado com um blogger nas horas vagas? Será que o acto de "blogar" não perderá a piada se for feito por obrigação? A curto prazo, a ideia até parece ser divertida, mas depois deve começar a cansar...ou talvez não, e eu estou praqui a dizer um monte de disparates! Isto ainda é tudo muito recente para se começar já a tirar grandes conclusões..

Uma das coisas que aprecio nos blogs é a liberdade para postar quando quero e me apetece, mas uma pessoa que dedique a sua carreira exclusivamente a isso, já não pode usufruir dessa mesma liberdade, pois têm um público a manter (e ganhar). É necessário esforço e dedicação para se produzir conteúdos interessantes e apelativos. E isso exige muita coisa...

Sites recomendados:
Problogger
A arte de blogar
Kottke
Other Advertising Networks Besides Google AdSense by John Chow
Bloggoggle
link do postPor Isa, às 02:30  comentar

De ricardo a 19 de Outubro de 2006 às 13:23
Existem vários exemplos de malta que se tem divertido à brava, mas outros julgo que estão agarrados ao computador o dia todo.

Para mim o meu weblog vai continuar a ser a minha memória extendida.

Acho que devias explorar melhor o site das «obras»

De Isa a 19 de Outubro de 2006 às 13:59
Eu bem quero, e até tenho bons planos para ele, até porque é uma area pouco explorada na internet portuguesa, mas então, o tempo livre não dá para tudo, tem que ser às mijinhas ^^

De Cláudio Franco a 19 de Outubro de 2006 às 21:15
Uma boa aposta poderá ser também um blog sobre um "assunto" muito pesquisado :x

Eu cá vou tentar, depois vou escrever sobre a minha tentativa ;)

De ricardo a 20 de Outubro de 2006 às 19:58
Cláudio, e o link?? :-)

De dextro a 20 de Outubro de 2006 às 21:37
Eu concordo com a questão que a Isa colocou: não se perderá a piada de bloggar ao passar para um ramo profissional? Aquilo que até aquele ponto seria um escape não se tornaria um fardo e uma obrigação? Acho que desde a bolha tecnologica que eu pessoalmente percebi que a internet NÃO é um investimento serio... pelo menos não para pequenos negocios como seria um blogger profissional...

Será um blog profissional ainda um blog no verdadeiro sentido da palavra ou passará a ser apenas mais um site tematico com um aspecto semelhante a um blog? Não é um blog um espaço onde alguém a titulo individual e pessoal partilha o que lhe vai na mente? Estará realmente alguem disposto a pagar por isso? Estará realmente alguem disposto a vender algo que é em teoria uma parte de si?

De Cláudio Franco a 20 de Outubro de 2006 às 21:55
Ricardo, quando eu tiver lançado eu dou o Link sim ;)

dextro, sim de certa maneira deixa de ser um blog mas... o que é um blog? um diário?

Sendo assim a maioria de nós não tem blogs a sério, tem um conjunto de artigos/sugestões pois poucos de nós utilizamos o blog para "journal".

Blogger profissional é exactamente a mesma coisa que um escritor, um jornalista...

De Isa a 21 de Outubro de 2006 às 00:14
Pelo que tenho andado a ler, um blog pessoal mesmo não dá muito dinheiro e convém ter outros sites para ajudar o "negocio". No caso do problogger, ele tem uns quantos sites de reviews, que ao que parece são os que lhe rendem mais. A dooce safa-se, mas o blog dela tem entre 800mil a 1 milhão de visitas mensais!
A jogada do kottke foi diferente. Arrecadou uma pipa de massa numa especie de programa de doações.. mas pelo que me apercebi, ele deixou a vida de blogger profissional para trás..

Mas creio que, para termos alguma projecção e fazer dinheiro que se visse, teríamos que apostar em blogs/sites escritos em inglês (ou nas duas línguas)..

De dextro a 21 de Outubro de 2006 às 14:12
Não um blog não é um diario nem nunca eu o vi como tal mas um blog é um local de partilha de opiniões pessoais. Se formos ainda mais atrás no tempo vemos que os blogs eram um local onde pessoas partilhavam links interessantes da internet com pequenos comentarios aos mesmos... ou seja social bookmarking hehe :P

 

Isa. Webdesigner, geek, apple fangirl assumida, necessita tanto de uma ligação à internet como do ar que respira. Adepta das novas tecnologias e sempre atenta às novidades!

online