isacosta.net » the geek side
30.12.06
categorias:
Primeiro foi o fotos, apelidado de "flickr português", e depois foi a nova versão do blogs, o "blogger português", depois foi o tags, o "del.icio.us português", e agora, como não podia deixar de ser, o vídeos... o "youtube português" (se bem que esta é merecida, porque o projecto foi apresentado à comunicação social nesses termos, coisa que eu não consigo digerir lá muito bem..)! Isto para só falar nuns quantos...

O sapo não consegue inovar mesmo, pois não!?
Julgam vocês! Para muito boa gente, estes serviços são mais do que bem vindos!
Se o sapo se dá ao trabalho de fazer estas coisas, é porque anda atento e sabe muito bem o que de bom se anda a fazer lá fora, e quer dar uma oportunidade aos seus utilizadores, de também eles poderem experienciar este tipo de serviços. Daí terem começado a aparecer uma série deles, iguais a outros tantos, com a diferença de serem especialmente criados de, e para portugueses... e imagine-se, em português! Ou seremos assim tão inocentes ao ponto de pensarmos que toda a gente que se liga à internet compreende o inglês? Ou mesmo que o inglês não constitua problema, ainda existe a possibilidade das pessoas encontrarem algumas dificuldades, pois nem todos são fáceis de usar..

E não nos vamos esquecer aquele tipo de utilizador, cuja internet se resume a um portal e pouco mais, tem ali a sua grande oportunidade de tomar parte nas "ondas" que assolam a internet.. Não acreditam que existem pessoas que para elas, a internet é só o sapo (ou outro qualquer portal português)? Aposto que se alguém menos entendido nesta "coisa" da internet viesse cá a casa e ligasse o browser, que por definição, abre com uma pagina em branco, era logo capaz de me dizer que eu não tinha a ligação à internet activa...
Nem toda a gente nasceu com a mesma aptidão para as novas tecnologias, e se elas não forem postas a frente dos seus olhos é como se nem existissem..

Orgulho é viver num pais, que tem um portal que se preocupa tanto com os seus utilizadores, que todos os dias dá no duro para disponibilizar mais e melhores serviços, que humanizam e tornam a experiência da internet mais agradável, sem nada cobrar pelos seus serviços, e já viram bem a quantidade deles?
Não quero com isto dizer que estes serviços sejam melhores ou piores que os "originais", e que todos devíamos abandonar os que já usamos para nos juntarmos a estes, acho que qualquer pessoa percebe isso, mas era bom de se ver, os esforços do sapo louvados e respeitados, nem que fosse devido ao propósito da sua existência...

E já agora, porque é que noto tanta implicância com o facto de para nos registarmos nesses serviços todos do sapo, ser necessário usar um endereço de mail sapo? Será que as pessoas não estão já mais do que habituadas a fazer registos para aceder seja a que serviço for na internet, ou incomodará o facto de ser um mail sapo, e não um login independente para cada serviço, por exemplo? Acham mesmo que o sapo nos anda a controlar as voltas só porque somos obrigados a usar o mesmo mail para nos registarmos em todos os serviços? Então e os outros, o que fazem? O google e o yahoo, por exemplo?
Se calhar é mais divertido deste modo: se quisermos ter uma conta no youtube temos que registar-nos, se quisermos ter uma conta no flickr e não temos ID no yahoo, temos que criar um, se quisermos ter um blog no blogger, precisamos de um endereço de mail do gmail, logo temos que registar-nos no google para obte-lo, ou mesmo para criarmos uma conta no del.icio.us ou noutro serviço social qualquer temos que registar-nos....epa, you do the math!
E o que pede o sapo em troca de acesso gratuito a um leque vasto e útil de serviços? Um mísero minuto das nossas vidas, que é o tempo que se leva a criar uma conta de email (o netbi está extinto, caso não tenham reparado), para que depois possamos aceder a todos eles...será pedir muito?

E não me vou esticar mais, antes que me comecem a acusar de uma serie de coisas disparatadas, só porque num momento insensato, me apeteceu a deitar cá para fora coisas que já vinha a acumular há meses...
link do postPor Isa, às 01:18  comentar

De Pedro a 30 de Dezembro de 2006 às 05:04
É isso mesmo! Mostra-lhes a cor da tua camisola :-)

É verdade que muita gente parece ter algo contra o sapo e nós que estamos lá dentro, temos uma visão completamente diferente das coisas. Nós sabemos que trabalhamos para fazer o melhor para os utilizadores e sabemos que há lá muito mais gente a trabalhar com isso em mente. Mas estamos em Portugal, país dos críticos, por excelência, portanto existe essa onda negativa.

Mas uma coisa também é verdade: o sapo tem muitos adeptos fiéis.

De dextro a 30 de Dezembro de 2006 às 12:41
ELAH mas há assim tanta gente a dizer mal do sapo? :roll: Eu só digo que não uso nenhum serviço sapo (porque não uso social bookmarking logo não uso o tags, já pouco ao youtube vou quanto mais ir ao sapo videos, não tenho nenhum blog na lista que esteja no sapo e não uso o sapo messenger porque é "jabber" e clientes desses há aos montões) e que desde os tempos dos "conteúdos exclusivos" (a que eu NUNCA consegui aceder visto eu nunca ter tido qualquer ligação á internet da PT) que o sapo me deixou com amargos de boca. Eu ainda sou do tempo em que se dizia: "epah se queres procurar um site português vai ao sapo!" mas esses são tempos do antigamente e o sapo perdeu muito para os gigantes como o google e o yahoo.

Como é que o sapo pode melhorar? Continuando no bom caminho que tem mostrado, apostando em qualidade e não em quantidade e talvez arranjar algo de inovador que dinamize a comunidade portuguesa em vez de meramente copiar (não que copiar seja mau, a competição é sempre boa e eu sei que é dificílimo encontrar novas ideias).

Bottom line is: a PT já me deu muitos amargos de boca (visto ter tido linha deles durante muitos anos) e aquele símbolo da PT no fundo da pagina (juntado ao facto de eu em tempos nem a TSF conseguir ouvir e ainda hoje a RFM e a Mega estarem estranhamente "sempre down" mas só para a minha ligação da cabovisão) deixam-me sempre afastado do sapo de tal forma que já nem me preocupo...

MAS há coisas boas e eu mencionei-as ainda há pouco tempo: a pesquisa do sapo de uns meses para cá começou a trazer visitantes para o meu blog o que eu achei muito positivo e vim mais tarde a descobrir que coincidia com a renovação do serviço, os blogs aparentemente estão melhores do que quando eu os vi surgir o que é de louvar apesar de eu ainda estar á espera de ver blogs que não me pareçam alterados no frontpage... mas eu posso estar com azar.

E btw alguém me diz como é que o Social Bookmarking me pode ajudar? É que eu sempre usei as bookmarks como local para guardar links importantes e acima de tudo pessoais (paginas de login, etc) e mudar hábitos enraizados... :?

Quanto ao mail: quem usa isso como forma de criticar só o faz porque já não tem argumentos, é como insultar pessoalmente uma pessoa só porque ela nos venceu num debate.

De Isa a 30 de Dezembro de 2006 às 14:57
Se há muita gente ou não, não sei, mas há vejo muita gente a criticar sem fundamento e sem olhar para alguns promenores que levem a que as coisas sejam feitas de determinada forma..

Como disse o Pedro, o sapo tem muitos adeptos fieis, e eu acredito, só que esses nem sempre dão a cara e quem critica é que sobressai, pelo menos a mim..

Se fosse asssim tão facil criar e implementar ideias novas, eu acredito que o portal estava cheio delas, mas há muitos factores que nem sempre estão a favor, e é isso que o pessoal parece não compreender...até podem estar a escrever criticas com boas intensões, para ajudar o sapo a melhorar, não digo que não, mas aborrece-me ver que estão sempre a bater no ceguinho e sempre pelas mesmas questões...

De Pedro Aniceto a 30 de Dezembro de 2006 às 15:07
Uma coisa é certa, neste país, de quem tanto gosto, mas que tão maltrata os seus próprios construtores, quanto mais sucesso tiveres nas tuas construções, mais picapaus aparecem para dar uma bicadinha. Isso, por outro lado é sinal de que estás no caminho certo. Força e bom trabalho.

De Marco a 30 de Dezembro de 2006 às 21:26
Isa, eu não me importo de me registrar só não gosto que obriguem a usar/criar um mail no SAPO para poder usar os produtos. No Flickr usei a minha antiga conta de email do Yahoo, que já estava quase esquecida porque senão tinha mandado o Flickr dar um voltinha ao bilhar grande. Se o SAPO abrisse o registro a contas de email de outros operadores talvez eu já tivesse migrado as minhas fotos do Flickr para o SAPO, coisa que estou a ponderar mas para serviço do Google só por causa dos Set's/Albuns.

De Isa a 30 de Dezembro de 2006 às 22:03
Mas o google também te obriga a teres um gmail se quiseres usar os serviços deles, certo? Não te deixa usar outro mail qualquer como tu gostarias..

De Marco a 30 de Dezembro de 2006 às 22:06
No Picassa não:
"Your current email address:
e.g. myname@example.com. This will be used to sign-in to your account."

De Tuaregue » Sapo Mail Beta a 30 de Dezembro de 2006 às 23:45
[...] Depois deste artigo da Isa Costa, no seu blog geek,lá fui criar uma conta no mail do sapo, confesso que já andava com vontade de experimentar aquele SAPO Mail Beta, e foi isso que fiz, o que digo sobre ele? [...]

De Ponto Sapo a 31 de Dezembro de 2006 às 01:09
Linques rápidos para artigos sobre o Sapo


De João Antunes a 31 de Dezembro de 2006 às 03:04
"Mas o google também te obriga a teres um gmail se quiseres usar os serviços deles, certo? Não te deixa usar outro mail qualquer como tu gostarias.."

O Google obriga a ter uma Google Account, que podes ter com qualquer email (incluindo @sapo.pt), e mantens esse teu email como login nos serviços dele (blogger, analytics, etc...). Agora não me lembro se as Google Accounts existiam antes do Gmail, ou só foram introduzidas após o Gmail em 2004.

Quando ao 'manifesto'... é verdade. São criticados pelo que fazem, e se não acompanhassem o que se faz 'lá fora', seriam igualmente criticados.

 

Isa. Webdesigner, geek, apple fangirl assumida, necessita tanto de uma ligação à internet como do ar que respira. Adepta das novas tecnologias e sempre atenta às novidades!

online