isacosta.net » the geek side
25.11.07
categorias: , , ,
Quando mudei o meu blog primogénito para a plataforma dos blogs do SAPO, houve apenas uma coisa não consegui alterar: os URLs do feed no <head> do blog, que estavam associados a uma conta de Feedburner. Então, os visitantes, quando clickavam no icon do RSS, subscreviam directamente os feeds gerados automaticamente pelo SAPO. Isso fez com que deixasse de receber números reais sobre os meus subscritores. A unica coisa que fiz foi disponibilizar os links dos feeds via Feedburner na minha sidebar..

Hoje, o Nuno lembrou-se disso quando me viu a consultar a conta do Feedburner. Meteu mãos à obra e minutos depois apareceu-me com este javascript:

Coloquei-o nos componentes do blog, na personalização intermédia, testei-o, e o resultado foi o esperado...mais ou menos... Funciona em IE7 (o 6 nem sabe o que é isso) e Safari, mas não em Firefox, porque este parece parsar o RSS antes do javascript.

Vou continuar sem saber quantas pessoas subscreveram entretanto o blog com os feeds do SAPO, ou quem usou o URL do blog em agregadores, mas a partir de agora, as novas subscrições via browser já vão passar pelo Feedburner.. ou a maior parte delas, tendo em conta que só 30% das minhas visitas no blog em questão usa Firefox...não é uma solução, mas já é qualquer coisa :)

[Edit]

No IE7, funciona melhor se colocarmos o script no <head> logo depois das linhas que definem o feed do SAPO, visto que, umas vezes funcionava, outras não, dependendo da velocidade de carregamento do blog. Depois de ter movido o script do componente da sidebar para o <head> funciona sempre. É claro que para colocar scripts dentro do <head> do blog já é preciso usar a personalização avançada, e editar o layer do template...

[Edit]

O script foi actualizado para ser mais específico sobre quais feeds actuar. O método match('atom') apanhava também outro feed do SAPO que é incluido no <head> dos blogs, mas que diz respeito a outro serviço.

18.2.07
categorias:
Não sei se os utilizadores do Feedburner já repararam que as estatísticas dos seus feeds sofreram um aumento brutal, desde há dois dias para cá. Isto aconteceu porque google decidiu finalmente "abrir a torneira", e passou a reportar os subscritores, tornando assim mais exacto, o número de pessoas que nos seguem atravez de RSS.
Foi um passo importante, até porque cada vez mais as pessoas elegem o google reader como agregador de feeds, e uma grande fatia não estava a ser contabilizada. No meu caso, notei um aumento de cerca de 35% nos meus dois principais blogs!
Way da go, google!

9.1.07
categorias: , ,
Aí há uns tempos mencionei que o meu leitor de feeds de eleição era o NetNewsWire Lite, uma aplicação simples, maneirinha, faz tudo o que é preciso e ainda por cima, é gratuita.
Para quem, como eu, prefere receber os feeds numa aplicação em vez de no browser, os leitores de RSS da newsgator são uma boa opção para utilizadores nómadas (e que nem sempre podem andar com o equipamento atrás), pois para além das aplicações, eles têm um agregador web-based gratuito, que permite sincronização automática de feeds.
Isto permite-me ler as minhas feeds favoritas durante o dia, marca-las como lidas, e à noite, quando chego a casa, a aplicação já não vai buscar as que entretanto já estão lidas. Nada de novo para alguns, eu sei.

O problema aqui era, se eu quisesse subscrever feeds durante o dia, tinha que introduzi-las à lá pata, no leitor online, porque o firefox não me permite isto de forma automática, visto que o newsgator não consta na lista de leitores de RSS que vêm por defeito nas opções do browser.
(Entretanto, a newsgator pensou nisso, e criou recentemente uma barra para o efeito..mas eu não gosto de barras!)

So, enough with the chit chat!

Nas versões do firefox anteriores à 2, o suporte de RSS baseava-se meramente na indicação da presença de feeds, possibilidade de criação de live bookmarks, e adicionar à nossa aplicação de feeds de preferência. No firefox 2, somos presenteados com uma página de "resumo" do feed, com diversas opções de subscrição, nomeadamente em alguns agregadores web-based como o google reader, o bloglines e o my yahoo. Esta lista está longe de ser abrangente e por incrível que pareça, não existe maneira simples de geri-la.

Como queria à força descobrir forma de adicionar o newsgator à lista, aventurei-me no site de desenvolvimento da mozilla, a ver se encontrava alguma solução, porque os que vêm por default não devem ter "nascido" lá!

Encontrei uma página que me oferece duas soluções, que embora nada user-friendly fazem o pretendido:

Uma delas envolve adicionar uns parâmetros à configuração do firefox.

O primeiro passo é digitar na barra de endereços about:config. Isto faz mostrar uma lista de toda a parametrização do firefox que mais se assemelha a registry do windows..
De seguida, introduzir no campo de filtragem o seguinte: browser.contentHandlers.types. Isto faz com que a lista fique reduzida às configurações especificas que pretendemos incrementar ou modificar.

Cada entrada correspondente a um agregador é composta por três partes:

browser.contentHandlers.types.n.title - o nome do leitor de feeds;
browser.contentHandlers.types.n.type - o tipo de aplicação que neste caso, deve ser application/vnd.mozilla.maybe.feed;
browser.contentHandlers.types.n.uri - o endereço de subscrição do leitor, seguido de %s;

n deve ser sempre substituído pelo número a seguir ao maior número que aparecer na listagem.

Tomemos por exemplo, a adição do newsgator online. Se o último número, depois da filtragem, fosse 4:

- Clickar com o botão direito do rato, escolher new -> string e introduzir browser.contentHandlers.types.5.title, clickar ok e de seguida, como valor, introduzir NewsGator

- Repetir o processo, mas desta vez com browser.contentHandlers.types.5.type e valor application/vnd.mozilla.maybe.feed

- O mesmo para o último passo, com browser.contentHandlers.types.5.uri e valor http://www.newsgator.com/ngs/subscriber/subext.aspx?url=%s

Atenção que estas alterações só surtem efeito depois de reiniciarmos o browser.

A outra forma de o fazer é através de javascript e serve para implementar em aplicações web:

Construir um link em html da seguinte forma:

<a
href=
"javascript:navigator.registerContentHandler('application/vnd.mozilla.maybe.feed',
'http://www.newsgator.com/ngs/subscriber/subext.aspx?url=%s','NewsGator');">NewsGator</a>

ou



<a
href=
"#" onclick="navigator.registerContentHandler('application/vnd.mozilla.maybe.feed',
'http://www.newsgator.com/ngs/subscriber/subext.aspx?url=%s','NewsGator');">NewsGator</a>

Ao clicarmos neste link, aparecerá um diálogo de registo de um novo agregador. A adição tem efeito imediato.

E agora, como eu sou uma pessoa muito simpática, decidi fazer uma listinha com os agregadores web-based mais populares para adicionarem, e que não constam da lista de leitores do firefox, para poupar trabalho. É só clickar e aceitar!


24.10.06
categorias: , , ,
Há uns dias atrás, submeti (alguns d)os leitores que acompanham o liwl através de RSS a uma mudança do endereço dos feeds, quando isso não era realmente necessário..bastava ter perdido um bocado de tempo à procura de uma forma de contornar isso, que teria encontrado uma solução menos incomoda..

De qualquer modo não vou pedir a ninguem para alterar mais nada, fica como está, que vai dar tudo ao mesmo..

Update
Para quem não acompanhou os comentários deste post, o Dextro deu uma boa dica para redireccionar os feeds para o feedburner sem grandes stresses.
Só para wordpress users!


 

Isa. Webdesigner, geek, apple fangirl assumida, necessita tanto de uma ligação à internet como do ar que respira. Adepta das novas tecnologias e sempre atenta às novidades!

online